Fashion Rio Mostra o que vai ser quente no Inverno

Foto: Louise DuarteMuita transparência e metalizados marcam as tendências que vão aquecer a nova estação

O calendário de moda começou oficialmente. As novas coleções de Outono – Inverno para 2012 foram apresentadas nas últimas duas semanas em desfiles que abriram a semana de moda brasileira na Fashion Rio/Fashion Business e São Paulo Fashion Week. Depois disso ainda ocorrem as semanas de New York, Paris e Milão.E o ano só está começando para os fashionistas de plantão, loucos para saber o que vai estar “in” na próxima estação e qual vai ser a última tendência da moda.Investindo R$15 milhões, o Fashion Rio e o Rio-À-Porter (salão de negócios oficial do evento), geram em média 8 mil empregos diretos e indiretos todo ano durante a produção do evento. Cerca de 90 mil pessoas passaram pelos dois eventos durante os cinco dias de desfiles e negócios.No Rio de Janeiro, os locais escolhidos para os desfiles não poderiam ter sido melhores. Enquanto  o Fashion Business abrigou milhares de visitantes no Jóquei Clube do Brasil(Gávea), o Fashion Rio abriu suas portas no Píer Mauá, de frente para a Baia da Guanabara, com uma vista de tirar o fôlego que incluíam a presença de vários transatlânticos ancorados no local.

O que vai ser tendência para a próxima estação?
Roupas metalizadas, transparentes, aveludadas, com inspirações étnicas, o uso do pelerine vai ser o quente da estação, além é claro de cores terrosas. A dica é esquecer um pouco o pretinho básico no armário e usar e abusar das diferentes tonalidades do marrom, que promete aquecer as consumidoras ávidas por novidades. Exemplo disso é a marca New Order, que trouxe uma coleção inspirada no universo da aviação com looks dos anos 60 e a Coca Cola Clothing, com uma coleção metalizada inspirada nos astronautas.Além disso o consagrado Walter Rodrigues com roupas com muito vermelho, xadrez e lenços multi coloridos. A pelerine é uma peça chave, uma espécie de capa rodada e curta que pode ser também mais comprida indo até a cintura, além de ter capuz, como foi apresentada na coleção d estilista que apresentou peças no estilo Chapeuzinho Vermelho lembrando um pouco o vestuário das camponesas. A Cantão apresentou uma coleção mais “clean” com bastante branco e creme, enquanto que grifes como AquaStudio e Andrea Marques mostraram que mesmo com frio, a transparência ainda vai estar em alta no inverno. A geometria da Art Decó vai ser outra tendência da próxima estação como foi conferido nas passarelas do Fashion Rio através de modelagens, estampas e acessórios nos desfiles das grifes Coven, Printing e Espaço Fashion.

Pausa para relaxar

Entre um desfile e outro, o público teve seus momentos de relaxamento também através do lounge do Boticário que foi o patrocinador oficial do evento. No local, era oferecida maquiagem e massagem para as pessoas que passavam pelos pavilhões dos desfiles. Entre um desfile e outro, pessoas puderam ser maquiadas e receber massagem com produtos da marca além de receber dicas dos especialistas de como tratar melhor cada tipo de cabelo. Segundo a diretora de Marketing Produtos O Boticário , Isabella Wanderley   a participação da marca no Fashion Rio reforça mais ainda conexão do O Boticário com o mundo da moda e suas tendências:“trabalhamos isso fortemente esse ano com a entrada no São Paulo Fashion Week, e agora reforçaremos nosso movimento no evento carioca” , afirma ela.

A opinião do publico fashion

Foto: Louise DuarteA editora Sofia Softer, conta que achou os desfiles muito bons e o ambiente muito agradável como de costume: “meu desfile preferido foi definitivamente o da Auslander. Os modelos eram melhores, a Daisy Lowe desfilou, a seleção de músicas foi ótima, o cenário do desfile era lindo, e eu adoro as roupas da marca”, enumera .

Já a correspondente francesa Jenny Barchfield que veio pela primeira vez ao evento, diz ter adorado o Fashion Rio e a organização do evento. “Achei muito bacana a organização,com todos os desfiles centralizados num lugar. Isso facilita muito a vida de jornalista, ja que na França, cada desfile tem lugar em locais diferentes e a gente tem que correr (com salto, claro) como doidas. Adorei tambem o fato de termos uma sala de imprensa no Rio, com comida. Em Paris, eu practicamente nao comia nada durante os 9 dias dos desfiles”,afirmou.

A jornalista Joici Souza lembra que, apesar das marcas terem apresentado criações comerciais, ela sentiu falta de desfiles mais conceituais: “acho que por ser um desfile, faz-se necessário soltar mais a imaginação, também achei que as marcas deveriam ter apostado em looks de maquiagem mais pesados, já que se tratava da edição de inverno.  Mas no geral acho que foi um bom evento”, concluiu. Ela ainda lembra que o desfile que mais gostou foi o da Alessa não só por conta das roupas descontraídas mas também dos acessórios.

A blogueira e publicitária Juliana da Conceição Batista conta que achou a edição de inverno de 2012 uma das mais inovadoras no quesito tendências e destaca qual foi o seu desfile favorito: “ o desfile da marca Alexandre Herchcovitch, porque todas as peças apresentadas no desfile são cabíveis para o dia a dia, sem cair no lugar comum” , declarou.
A estudante de moda e blogueira  Daiene de Oliveira Calmon enfatizou as releituras tipicamente cariocas feitas pelos estilistas para suas coleções para o Inverno de 2012 mostrando tendências de moda já apresentadas no exterior :“a diferença é que aqui no Brasil as camisas se tornam fluídas, o comprimento se torna mini, as cores ganham tons claros e vibrantes e as estampas se misturam em exagero. Essa “tropicalização” do inverno é algo que me agrada muito nos desfiles” , ressaltou Juliana.

Foto: Louise Duarte
Nem só de desfiles ficou o públicoExposições também foram grandes destaques no Fashion Rio com exposições sobre bossa nova, fotografia e arquitetura, que ficaram disponíveis nos pavilhões que davam acesso aos desfiles. Entre um desfile e outro, as fashionistas puderam conferir a exposição de fotografia de Fernando Torquato, a exposição de design na música brasileira de Charles Gavis que mostravam capas de discos de Edu Lobo, Roberto Menesquel e Vinicius de Moraes entre outros. A exposição de móveis de Sérgio Rodrigues foi outro destaque mostrando parte do acervo pessoal do arquiteto que incluíam cadernetas de escola, cartas, fotos de infância e maquetes das casas projetadas por ele.

Agora é aguardar e ver que surpresas o estilistas vão preparar para o público para a edição Primavera – Verão 2013.
Anúncios


Categorias:Análise, Desfiles, Fashion Rio, Moda, Mulher

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: