Crítica – “Reino Escondido”

12

Reino Escondido (Epic, 2013) mostra uma aventura fantástica que irá agradar tanto as crianças quanto aos adultos. Lembram-se do filme Querida, Encolhi as Crianças protagonizado por Rick Moranis no final da década de 80? Então, partindo de uma premissa parecida ou que pelo menos lembra o filme, Reino Escondido mostra a vida da adolescente Maria Catarina ou MC que vai morar com o pai Bomba e com o cachorro de três patas Ozzy, após a morte da mãe. Como os pais estavam separados já a algum tempo, a garota não era muito próxima do pai o que causa um estranhamento inicial quando ela volta para casa e tem que lidar com o jeito atrapalhado dele que é um cientista que investiga a existência de um reino minúsculo na floresta.

Depois de uma tentativa frustrada de se conectar com o pai, MC decide ir embora de casa sabendo que ela e o Bomba não tem nada em comum, especialmente por conta da obssessão dele com as criaturas da floresta. De repente, um acidente faz com que a adolescente seja diminuida e ela descobre que o reino que seu pai falava tanto existe de verdade. E o Reino Escondido é um lugar fantástico onde flores, folhas e pequenas criaturas estão vivas. A Rainha Dara é a principal soberana do reino e coloca a segurança do do mesmo nas mãos competentes de Ronin e seu exército de Homens Folhas, incluindo o rebelde Nod. Para garantir o equilíbrio da vida na floresta, ela precisa escolher o perfeito botão de rosa para levá-lo para Mingaloo e assim deixá-lo florescer a luz do luar.

03 Mas um acidente acaba impedindo que a rainha faça isso ela mesmo. Assim, a Rainha Dara transfere seu dever para MC que acaba caindo de paraquedas na batalha entre o bem e o mal pelo reino já que Mandrake, o principal inimigo do reino está determinado em roubar o botão de rosa e assim fazer com que ele floresça para o lado do mal trazendo assim as trevas para o reino. Além de Nod e Ronin, MC vai contar também com a ajuda das lesmas Mob e Grob que são engraçadíssimas e roubam várias cenas da animação.

A aventura que foi desenvolvida em computação gráfica de tecnologia em 3D de altíssima qualidade, mostra o impecável cuidado que a equipe de produção teve com cada detalhe da animação, já que aspectos como pele, cabelos e movimentos dos personagens foram muito bem trabalhados. Dos mesmos produtores de A Era do Gelo e Rio, o roteiro de Chris Wedge que também dirige é cativante e faz com que o público se transporte para o pequeno reino junto com a protagonista MC.

No elenco americano podemos ouvir as vozes de Colin Farrell, Amanda Seyfried, Christoph Waltz, Beyonce Knowles e Steven Tyler enquanto no elenco brasileiro temos Murilo Benício, Daniel BoaVentura, Sérgio Cantu, Luisa Palomanes, Mauro Ramos e Miriam Fisher entre outros.

Reino Escondido estreia nos cinemas no dia 17 de maio e está sendo distribuido pela Fox Films.

Anúncios


Categorias:Cinema, Críticas

Tags:, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: