Crítica – “Star Trek – Além da Escuridão”

Foto: Divulgação/Paramount PicturesPor Anny Lucard

O novo filme da franquia inspirada na clássica série de TV Star Trek, Além da Escuridão, é um filme de ficção científica muito bem produzido, desde os efeitos digitais até a ótima escolha do elenco, formado de atores talentosos, os quais conseguiram incorporar os personagens em versões mais modernas, que os tornaram mais carismáticos e interessantes até para quem nunca viu nada sobre a série (seja na TV, seja no cinema).

Além da Escuridão – Star Trek’
(Star Trek Into Darkness) tem um roteiro com uma história envolvente e carregada de ação, escrita pelos roteiristas Roberto Orci, Alex Kurtzman e Damon Lindelof. A direção novamente ficou a cargo de J.J. Abrams.

Em ‘Além da Escuridão’ a tripulação da Enterprise tem que enfrentar um misterioso inimigo, um terrorista que para chamar atenção da Frota, explode parte de Londres. O misterioso terrorista não revela suas intenções e opta pela fuga, mas o Capitão Kirk não vai deixar seus atos impunes e se arrisca indo até onde nenhuma nave da Frota deveria ir, em território Klingon. Uma ousadia que pode significar uma guerra intergalática.

 

Foto: Divulgação/Paramount PicturesCom ótimos efeitos digitais e o uso perfeito da tecnologia 3D, que em IMAX é uma viagem cinematográfica fantástica, ‘Além da Escuridão’ também conta com um show de interpretação do misterioso terrorista que o ator Benedict Cumberbatch interpreta, o qual rouba a cena no filme, especialmente durante seus momentos de ira.

No entanto, os atores que interpretam os clássico e adorados personagens de Star Trek também estão muito bem nos papéis, envolvendo o público em geral com seus dramas, angustias, paixões e medos, ao mesmo tempo que a ação não para.

 

Foto: Divulgação/Paramount PicturesOs seis principais membros da Enterprise em meio a caça do misterioso personagem de Benedict Cumberbatch, tem momentos significativos durante a história. Chris Pine como Capitão Kirk tem ótimas cenas tanto com os atores que compoem a tripulação da Enterprise, como junto de Benedict Cumberbatch. Porém destaque para o jeito moderno Kirk de ser, o qual não pode ver mulher, seja humana ou alienígena, que já vai se apresentando. Zachary Quinto mantém perfil lógico de Spock, mas deixando escapar vez ou outro sua parte humana durante momentos importantes da história. Zoe Saldana mostra que Uhura pode lidar com as idiossincrasia do universo masculino com diálogo e bom senso, mas também usando de força se necessário. Karl Urban como o jovem Doutor McCoy é o paizão da turma, sempre preocupado com o bem estar de todos e puxando as orelhas dos abusados da tripulação. Simon Pegg como Scotty mostra todo seu amor aquela que será sua grande paixão, a Enterprise, ao mesmo tempo que mostrar amizade sincera ao seu capitão e tripulação. Já John Cho como Sulu tem um dos momentos mais marcantes, ao tomar a frente de uma tensa situação e usando seu jeito de ser tipicamente oriental, consegue assustar até McCoy com sua postura diante do problema.

Foto: Divulgação/Paramount PicturesO filme é uma ótima produção de sci-fi, com doses altas de ação, que reunidas ao excelente roteiro, o torna um dos melhores filmes do ano, o qual deve agradar não só os fãs de sci-fi, mas que curtem boas histórias, especialmente com muita ação, efeitos digitais e personagens envolventes. ‘Além da Escuridão’ tem estreia prevista nos cinemas brasileiros para o dia 14 de junho.

Anúncios


Categorias:Anny Lucard, Cinema, Críticas

Tags:, , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: