Breaking Bad : Todo mal deve acabar (final de temporada estreia 11 de agosto)

bd-allseasons

O canal AMC exibe, a partir do próximo dia 11 de agosto, a segunda parte da quinta e última temporada de «Breaking Bad», a aclamada série de televisão criada e desenvolvida por Vince Gilligan (de «The X Files»).

O thriller de drama e crime estreou no dia 20 de janeiro de 2008, com a promessa de mostrar ao mundo seu mais novo anti-herói na telinha depois de «Sopranos» e «Dexter», tornando-se sucesso de público e crítica por excelência. Com enredo instigante, e roteiros muito bem escritos, «Breaking Bad» impressiona por contar ainda com um elenco extraordinário e de muita desenvoltura, no qual se destacam Bryan CranstonAaron Paul e Dean Norris.

Após cinco exaustivas e emocionantes temporadas, é chegado agora o momento em que tudo que é bom deve acabar, ou seria «all the bad things must come to an end», tal como anuncia a chamada para a parte final da série? Bom, ao mencionar que esses últimos anos de série foram exaustivos é porque, convenhamos, não foi nem um pouco fácil ser telespectador da vida de Walter White, magistralmente interpretado por Bryan Cranston. Afinal, a cada grande evento ocorrido na sua curta trajetória de um ano de batalha contra o câncer e sua inclinação total como mal feitor contados nesses cinco anos e meio de série, fomos introduzidos a um desencadeamento de situações que se estenderam ao longo de suas outras quatro temporadas, capazes de fazer qualquer um sofrer taquicardia em frente à tela.

E emocionante, por motivos ainda mais óbvios, considerando o misto de emoções a que os fãs foram submetidos em uma série que não se fez valer de grandes recursos e efeitos visuais, que não teve um elenco vistoso ou tão conhecido do público, mas cujo único objetivo foi contar uma boa história, o que hoje em dia pouco de vê na televisão.

Em homenagem à parte final da última temporada de «Breaking Bad», que tal recapitularmos os anos anteriores? Lembrando que, se você não assiste a série, e considera assisti-la, fica a advertência de que o conteúdo a seguir está repleto de spoilers.

bd-season1

Primeira temporada

O bom enredo por trás de «Breaking Bad» é aparentemente simples, mas que trabalhado com zelo acabou conquistando por sua originalidade.

A série conta a história de um pacato professor colegial de química, que em tempo parcial também trabalha em um lava car. Casado com Skyler (Anna Gunn), ele tem um filho com paralisia cerebral, Walt Jr. (RJ Mitte). Com um segundo filho a caminho, Skyler não trabalha e se ocupa dos afazeres domésticos. Os laços de parentesco na série se limitam à presença constante de sua cunhada Marie (Betsy Brandt) e o marido Hank (Dean Norris), chefe do DEA local, um importante grupo de elite dedicado ao combate ao tráfico de drogas.

A família White vive aos trancos e barrancos em se tratando de situação financeira, e a chegada de um novo rebento torna as coisas ainda mais complicadas. Mas Walter segue a vida como pode e, passivo e abnegado, também sofre humilhações no trabalho e no dia a dia em geral. Subestimado, ele tem dentro de si um enorme rancor pelo fato de sua genialidade como proeminente químico estar reduzida aos bancos escolares onde adolescentes pouco se interessam por seu conhecimento.

A vida de Walter vira de cabeça para baixo no dia em que, após desmaiar quando já vinha sendo acometido por uma constante crise de tosse, recebe o diagnóstico de que está com câncer em avançado estágio nos pulmões e que tem pouco tempo de vida. Apesar de não ser fumante e jamais ter feito nada de errado na vida, e que o desencadeamento da doença se deve ao contato com produtos químicos ao longo da vida e toxinas com as quais ainda manuseia no lava a jato em que trabalha, Walter recebe a notícia de forma obviamente bem imprevisível. O pacato professor ginasial começa a maquinar alguma coisa a fim de prover o suficiente para sua família após sua morte.

Ele então descobre o quanto em dinheiro foi apreendido em uma das prisões realizadas por seu cunhado, e aproveitando um convite anteriormente feito, pede para acompanhar uma batida policial na casa do suposto traficante e conhecer a cozinha em que eram fabricadas as metanfetaminas. Coincidentemente, Walter vê o tal traficante escapar, mas nada diz ao descobrir que ele é um ex-aluno seu, Jesse Pinkman (Aaron Paul), ao que decide contatá-lo, oferecendo parceria. Apesar de recusar a proposta, Jesse acaba aceitando, e os dois conseguem um trailer velho e seguem rumo ao deserto de Albuquerque, onde se passa a série, para cozinhar metanfetaminas.

E é assim que tem rumo a primeira temporada de «Breaking Bad». Jesse é responsável pelo negócio e Walter pela produção da droga. A dupla rouba material para a fabricação, e as coisas ficam complicadas quando Jesse envolve o violento primo de seu parceiro anterior para a distribuição e venda das metanfetaminas produzidas por Walter, e que acaba se tornando um sucesso devido a sua qualidade, 99,1%. Nesse meio tempo, Skyler desconfia do comportamento do marido, envolve a família inteira, e um novo e perigoso chefe do tráfico entra em cena quando mortes e traições cruzam o caminho de Walter e Jesse.

bd-season2

Segunda temporada

A segunda temporada mostra o avanço e o progresso dos negócios de Jesse e Walt. Eles agora trabalham para o alucinado Tuco Salamanca (Raymond Cruz), que já havia dado o ar da desgraça ao final da temporada anterior. Agora, Walt, sob a alcunha de Heisenberg, é responsável pela nova droga tida como a mais pura da região, e passa a ser o principal alvo do DEA.

Enquanto Walt e Jesse tentam se livrar do pesadelo proporcionado por Tuco que os força a cumprir um contrato absurdo e sempre sob ameaça, Skyler, que já sabe da doença do marido, faz de tudo para que ele se submeta a tratamento, e decide voltar a trabalhar na antiga empresa de consultoria em contabilidade a fim de conseguir dinheiro para sua a cirurgia do marido. Lá, ela acaba eventualmente se envolvendo com seu chefe, Ted Beneke (Christopher Cousins).

Entre uma enrascada e outra, o químico precisa ainda sempre inventar uma mentira para a família, como quando ele e Jesse ficam confinados no trailer sem bateria no deserto após uma produção em alta escala (em «4 Days Out», um dos episódios mais deleitáveis da segunda temporada), ou em «Bit by a Dead Bee», quando os dois são capturados por Tuco Salamanca e ele volta para casa dias depois fingindo uma suposta crise de perda de memória. É a doença agindo em seu benefício.

Não bastasse isso, Hank, que agora está na cola de Heisenberg, foi transferido, e está sempre à espreita dos negócios de Jesse e Walt, sem jamais desconfiar do cunhado. Em um momento decisivo na série, ele chega a quase surpreender Walt na casa do tio de Tuco em meio ao deserto, envolvendo-se num tiroteio que leva à morte o traficante.

Livres de Tuco, e agora com um advogado ajudando a administrar seus negócios, Saul Goodman (Bob Odenkirk), a dupla precisa encontrar um novo distribuidor para a droga. Nesse momento de transição, e sem dinheiro, Jesse decide fabricar sozinho a droga, enquanto Walt dá um tempo com os problemas da família. É nesse momento que Jesse conhece Jane (Kristen Ritter). Os dois acabam se relacionando, e não demora muito para ele descobrir que ela é ex-dependente química. Assim, e logo após o desgosto de perder um de seus companheiros responsáveis pela venda da droga, Combo (Rodney Rush), morto por um garoto, volta e meia o casal mergulha na droga, o que acaba também atrapalhando Walt, que consegue através de Saul um novo distribuidor: Gus (Giancarlo Esposito), mas precisa da parceria de Jesse para dar início às negociações.

No meio disso tudo, o filho de Walt cria uma campanha viral para arrecadar dinheiro para que ele possa fazer a cirurgia de pulmão, e Jane envenena Jesse contra Walt por causa de dinheiro, de modo a chantageá-lo em troca de uma maleta com sua parte do negócio das drogas que o químico tirou da casa de seu ex-parceiro, o que acaba sendo fator decisivo para quando a garota morre de overdose ao lado de um desmaiado Jesse, e Walt não faz nada para salvá-la.

O final da temporada é deleitável, com Jesse completamente transtornado com a morte de Jane ingressando na reabilitação, e Walt seguindo para a cirurgia não sem antes, sob os efeitos dos medicamentos, revelar a Skyler que tem dois telefones celulares, o que a faz descobrir a verdade para logo depois deixá-lo. Mas nada é mais simbólico na segunda temporada do que a cena quando dois aviões se colidem no céu acima da vizinhança dos White, para então descobrirmos que o pai de Jane era o controlador do voo que causou tal tragédia: um devastador desencadeamento de efeitos que tem por origem um único ato praticado por Walter White.

bd-season3

Terceira temporada

A terceira temporada de «Breaking Bad» começa de onde parou a precedente, e é das mais emocionantes. Os primos de Tuco chegam a Albuquerque para vingar sua morte, e Heisenberg é o alvo. Já sabendo que o marido produz metanfetaminas, Skyler decide manter segredo, mas obriga Walt a sair de casa. Mas os parentes de Salamanca sabem quem é Heisenberg graças ao tio de Tuco (Mark Margolis), e começam a cercá-lo.

Enquanto isso, Jesse volta transformado da reabilitação, acreditando ser um sujeito mal, diferentemente de Walt, que declara a Gustavo Fring não ser um criminoso. Ainda na tentativa de convencê-lo a fazerem parceria, o misterioso distribuidor travestido em dono de uma importante rede de lanchonetes chamada Los Polos  Hermanos oferece 3 milhões de dólares para que o químico cozinhe para ele por três meses.

No decorrer da temporada, somos ainda apresentados a novos personagens, como Mike (Jonathan Banks), homem de confiança de Gus que serve para limpar a sujeira. Descobrimos, ainda, a forte ligação de Gus com o chefe do cartel, que lhe pede a cabeça de Walt pela morte de Tuco. Quando Walt decide mais uma vez desistir de produzir a droga, mesmo porque Jesse não parece mais interessado em continuar a parceria após seu momento de introspecção, Gus lhe oferece um superlaboratório equipado e camuflado numa lavanderia, e um novo assistente: Gale (David Costabile), aparentemente inofensivo, e que desenvolve por Walt uma imediata e suspeita simpatia, já que Jesse não quer voltar e decide continuar a fabricar sua própria metanfetamina.

Paralelamente, Hank está cada vez mais próximo de Heisenberg, e descobre sua ligação com Jesse. É quando o agente do DEA descobre o trailer no qual Pinkman está cozinhando, e num momento decisivo na temporada, está prestes a arrombá-lo num ferro-velho com Walt e Jesse dentro dele, ao que recebe uma ligação anônima com a falsa notícia de que sua esposa Marie sofreu um acidente. Enfurecido, logo depois Hank desconta sua ira em Jesse, espancando-o, o que causa sua suspensão do DEA. Como se não bastasse, alvo entregue por Gus ao chefe do cartel, Hank é surpreendido pelos primos de Tuco num estacionamento no episódio mais impressionante da temporada («One Minute»), mas alertado anonimamente (por Gus), acaba matando um e aleijando outro, não sem antes ser gravemente ferido, o que o deixará paralisado por tempo indefinido.

Sem mais como cozinhar, Jesse volta a trabalhar com Walt, e Gus demite Gale. Mas a relação de Walt e Gus começa a se deteriorar, como quando Jesse desvia metanfetamina produzida para vender por fora e por sua própria conta.

Skyler, que voltou para o marido após um caso com seu ex-chefe, agora o auxilia a lavar o dinheiro do tráfico, e oferece ajuda financeira a Marie para o tratamento de Hank, afastado do DEA. Para a família, ela orienta Walt a revelar que é jogador compulsivo, o que justificaria a existência do dinheiro que tem guardado, bem como todo o histórico de comportamento estranho anterior.

De volta à operação com Walt, Jesse se envolve com Andrea (Emily Rios), que conhece nas sessões de reabilitação que passa a frequentar na intenção de arranjar compradores para seu negócio em paralelo, e descobre que o irmão menor dela matou Combo. Como vingança, Jesse decide matar os dois traficantes que ordenaram a execução, e que trabalham para Gus. Walt intermedia a situação, e Jesse dá sua palavra a Gus de que não se vingará e os traficantes prometem não usar mais crianças em seus negócios. Mas quando o irmão de Andrea aparece morto, ele decide confrontá-los, e é salvo por Walt.

Afastado do negócio, Jesse é agora fugitivo dos assassinos de Gus, e Walt precisa continuar a produção com Gale, que volta a ser seu assistente, o que o faz acreditar, e não sem razão, de que será muito em breve morto e substituído. É quando ele decide matar Gale, e para isso, envolve Jesse, que fica a cargo da difícil missão de puxar o gatilho.

bd-season4

Quarta temporada

A quarta temporada começa explicando quem é Gustavo Fring, de onde ele veio, e como construiu seu império por trás da franquia de frangos fritos e lavanderias. No primeiro episódio, somos, por exemplo, apresentados ao superlaboratório antes mesmo dele existir. Gale, em uma cena de flashback, tem uma amostra da metanfetamina produzida pelo até então desconhecido Heinsenberg, e esclarece a Gus que ela é perfeita, e que devem tê-lo trabalhando para eles.

De volta ao presente, Jesse segue cada vez mais fundo no caminho das sombras agora com a morte de Gale. Confinados no superlaboratório com Mike e Victor após o assassinado do químico de Fring, Walt e Jesse aguardam o inevitável. Mas quando Gus chega, ele surpreendentemente degola Victor, seu próprio capanga, para então depois mandar o químico e seu assistente voltar à produção. Isso faz com que Walt tenha a certeza de que aquilo foi uma mensagem e que precisa se livrar de Gus. Ele se arma, e pede até mesmo ajuda de Mike, porém, sem êxito.

No apartamento de Gale, a polícia que investiga seu assassinato encontra um livro de notas com todas as informações do laboratório de Gus, sem, porém, identificá-lo. As anotações acabam parando nas mãos de Hank, que está agora em casa, já com chances de recuperação. O ex-agente do DEA não parece muito otimista, e enquanto afunda a relação com Marie e adquire uma estranha obsessão por rochas, decide assumir o caso e confidencia a Walt o que descobriu sobre Gale, acreditando que se tratava de Heisenberg. Eventualmente, Walt fica furioso, e o que parece ser a evidência da teoria de Skyler de que o marido quer ser descoberto, ele explode num jantar em família para revelar a Hank que Heisenberg deve estar por ai ainda, ao desacreditar o trabalho de Gale. Estranhamente, essa assertiva faz com que Hank reflita e retome o caso que acreditava estar encerrado.

Nesse meio tempo, Jesse está no fundo do posso. Sua casa se tornou um buraco com viciados e moradores de rua consomem drogas o dia inteiro. Ele ainda distribui todo o dinheiro que fez com Walt, e não decide não voltar mais a trabalhar no laboratório. Enquanto Walt tenta desesperadamente fazer com que Jesse volte, inclusive para a própria segurança do parceiro, Mike some com ele por um dia inteiro, o que deixa o químico desesperado. É quando Gus começa a jogar um contra o outro, proporcionando a Jesse todas as oportunidades que Walter rejeitou, acreditando ser ele capaz de produzir tão bem quanto o químico.

Aproveitando-se da proximidade crescente entre Jesse e Gus, Walt tenta convencer seu parceiro a matá-lo, mas Pinkman parece entusiasmado com a nova situação de favoritismo e não vê Fring como ameaça. A parceria entre Walt e Jesse fica cada vez mais deteriorada, principalmente quando Hank descobre o que parece ser uma ligação entre o restaurante de Gus com a droga fabricada por Heisenberg, o que faz com que as suspeitas recaiam todas sobre Walt.

Num determinado momento da temporada, a conturbada relação de Gus com o cartel e o tio de Tuco Salamaca é revelada. Com a ajuda de Jesse, ele o apresenta ao chefe do tráfico como o novo cozinheiro da operação, e Pinkman não deixa a desejar: ele aprendeu bem com Walt, embora não tenha atingido o nível de pureza alcançado pelo químico. Na sequência, Gus extermina todo o cartel.

A investigação de Hank em cima de Gus e seus negócios coloca Walt numa situação cada vez mais complicada, e sem a parceria de Jesse, ele decide fugir sabendo que um assassino enviado por Fring poderá dar cabo dele a qualquer momento. É quando descobre que Skyler deu todo o resto do dinheiro a Ted para o pagamento de uma dívida que pode também comprometer os negócios da família logo após a compra do lava a jato para a lavagem do dinheiro da produção das drogas.

Sem dinheiro, sem parceiro, e sem poder cozinhar, porquanto expulso do superlaboratório, poupado apenas pela promessa de Gus conseguida por Jesse de que nada lhe aconteceria, Walt ainda tem a família toda ameaçada. É quando o irmão de Andrea é hospitalizado. Ao suspeitar que o garoto foi envenenado pela droga que Walt lhe deu para usar em Gus, Jesse o confronta. Os dois brigam, e o químico o faz perceber que Gus o está usando para matá-lo. É quando decidem eliminar o traficante.

O final da temporada é espetacular. Walt mata Gus de forma surpreendente com a ajuda do tio de Tuco Salamanca quando descobre sua sede de vingança por ele, explode todo o laboratório, e reconquista a confiança de Jesse que, por sua vez, descobre que o irmão de Andrea sobreviveu tão logo descoberto que o envenenamento se deu por conta de uma flor do deserto, e que casos similares não são raros, para então, nos últimos instantes, nós, telespectadores, descobrirmos que Walt tem a tal flor em seu jardim, e foi, portanto, responsável pelo envenenamento para trazer Jesse de volta para seu lado.

bd-season5

Quinta temporada

A primeira parte da quinta e última temporada de «Breaking Bad» é quando «Mr Chips se transforma em Scarface». E se em algum momento anterior da série o próprio Jesse alega que é um sujeito mal e que Walt não é um criminoso, aqui podemos afirmar com convicção: Jesse será sempre o criminoso, porém, e acima de tudo, um bom sujeito, e o mais próximo da humanidade do que Walt jamais esteve nos últimos anos, enquanto o químico pode não ser um criminoso de raiz, mas se tornou definitivamente um sujeito mal. É quando começamos a odiar o anti-herói.

E é assim que o quinto ano começa, de forma bastante simbólica com seu teaser mostrando um flashforward de Walt tomando seu café da manhã no dia do seu 52º aniversário, com cabelos e barba compridos, e uma identidade falsa. Ele encontra com o seu vendedor de armas (Jim Beaver), que lhe deixa as chaves de um carro com um rifle M60 automático no porta-malas.

No presente, Walt e Jesse convencem Mike a ajudá-los a destruir o laptop de Gustavo Fring, o qual foi confiscado pela polícia, e possui todos os registros das câmeras de segurança do superlaboratório.

Enquanto isso, Jesse está preocupado com a cápsula de veneno dentro de um cigarro que desapareceu, temendo que alguma criança ou qualquer outro inocente o encontre. Walt o ajuda a procurar em sua casa, e forja um falso componente, escondendo-o no seu robô aspirador. Jesse fica aliviado, e cai aos prantos ao considerar que quase matou Walter acreditando que ele envenenou o filho de Andrea.

Sem provas que possam conectá-los aos negócios de Gus, Walt e Jesse decidem continuar a produção de metanfetamina, e pedem a ajuda de Mike, que inicialmente recusa, mas quando o DEA confisca todo o dinheiro das contas de Fring, incluindo suas reservas pessoais, ele decide entrar como sócio. Mike então escala Lydia (Laura Fraser), uma executiva da companhia alemã Madrigal com a qual Gus começava a negociar para ampliação dos negócios na Europa, para o fornecimento da matéria-prima para a produção. Lydia pretendia matar Mike, assim como outras 9 pessoas envolvidas na operação de Fring que estão presas e que podem comprometê-la, mas ele paga as famílias desses 9 criminosos para que nada digam.

Walt e Jesse passam então a cozinhar em casas isoladas para fumigação, em parecia ainda com a empresa de pesticidas Vamonos.

Nesse meio tempo, Walt também está com problemas em casa. Depois do final da temporada anterior, Skyler está cada vez mais distante e com medo, e num momento decisivo as crianças acabam indo morar temporariamente na casa de Marie e Hank, até que o casal White resolva seus problemas.

As coisas continuam complicadas quando a metalamina fornecida pela Madrigal não pode ser usada por possuir um dispositivo rastreador, o que faz Mike desconfiar de Lydia, fazendo o químico plantar um microfone do escritório de Hank, agora promovido a chefe de polícia, para então descobrirem que foi a própria equipe de investigação que conectou o GPS nos barris. Lydia dá a dica de um carregamento de trem com 24,000 galões do produto, e Walt, Mike e Jesse, com a ajuda de Todd (Jesse Plemons), conseguem roubar a metalamina, mas não sem antes Todd matar uma criança que acidentalmente os vê após o crime.

Nisso, o cerco de Hank se fecha sobre Mike, que decide cair fora do negócio, assim como Jesse, agora traumatizado não apenas pela morte de mais um inocente, mas também pela indiferença aparente de Walt, que também passa a atemorizá-lo. Mike e Jesse negociam sua parte dos 15 milhões da metalamina roubada com Declan (Louis Ferreira), uma conexão em Phoenix, mas este quer todo o produto, inclusive a parte de Walt, que não concorda vender, bem como a certeza de que não haverá concorrência.

Walt some com a metalamina, enfurecendo Mike, e intermédia a negociação com Declan propondo continuar a produção, dando-lhe 35% dos lucros pela distribuição, desde que ele pague os 5 milhões de Mike, que sai do negócio. Declan aceita, e de volta aos negócios, Jesse insiste que não quer mais fazer parte, mas Walt se recusa escutá-lo, ao que Pinkman sai sem levar sua parte, para então Todd se tornar o novo assistente do químico.

O DEA permanece com a investigação acirrada sobre Mike, e prende seu advogado, expondo-o finalmente, bem como os 9 homens que estão presos e que estiveram envolvidos nos negócios de Fring. Walt descobre sobre a prisão de Mike, quando de uma visita a Hank, e o alerta a tempo. Os dois se encontram para que Walt lhe entregue uma mala com dinheiro que estava escondida a fim de que ele possa fugir, e os dois discutem, pois o químico quer o nome dos 9 homens que podem entregá-lo, mas Mike se recusa. Num acesso de fúria, Walt atira em Mike, livrando-se do carro e do corpo logo em seguida.

O químico consegue os nomes das nove pessoas com Lydia, que lhe propõem ainda a ampliação dos negócios para a República Tcheca. Com a ajuda do tio de Todd, Walt orquestra a morte simultânea de todos os nove homens na prisão, numa cena digna de «O Poderoso Chefão», deixando Hank, que estava na iminência de obter o testemunho de um deles, devastado.

Meses se passam, e Skyler mostra a Walt uma pilha incalculável de dinheiro acumulado dos últimos negócios e o confronta sobre o quanto ela ainda precisa crescer para que eles voltem à normalidade. É quando então o químico decide parar com a produção, e entrega os 5 milhões devidos a Jesse, para, nos instantes finais da primeira parte da temporada, na casa dos White, Hank descobrir o livro que Gale deu a Walter no superlaboratório de Gus, com a dedicatória, fazendo o chefe de polícia lembrar da conversa tida com o cunhado meses antes, chegando à conclusão de que Walter é Heisenberg.

O fim

A partir do próximo dia 11 de agosto vamos finalmente descobrir como termina (ou não?) a saga de Walter White, e se cada passo ao longo das cinco temporadas rumo à sua decadência será sua queda final, bem como se ele vai seguir adiante com a pressão dos novos distribuidores da metanfetamina produzida, e como Hank irá lidar com a situação agora que sabe que o cunhado é Heisenberg. A verdade é que teremos muito chão pela frente, pois são oito episódios até o desfecho da série, e o flashforward mostrado no início da temporada não deixa dúvidas de que Walter ainda vai aprontar. Portanto, há muito ainda para acontecer.

E enquanto o tão esperado final de série não chega, após reassistir os 54 episódios, segue a lista dos acontecimentos que fizeram Walter White descobrir seu Heisenberg interno, ou como Vince Gilligan prefere dizer, como «Mr Chips se transforma em Tony Montana»:

1. No episódio piloto, ao descobrir que tem câncer terminal, Walt decide produzir metanfetamina com Jesse para prover sua família após sua morte. Na tentativa de conseguir distribuidores, Jesse contata seu ex-parceiro e o primo deste. Mas um deles é informante da polícia, e Walt os envenena, matando um deles.

2. No segundo episódio da temporada, «Cats in the bag…», Walt precisa lidar com o segundo traficante agora preso no porão da casa de Jesse que, por sua vez, está se virando para liquefazer o corpo do outro. Walt hesita matá-lo, mas quando o traficante usa um pedaço do prato de comida para acertá-lo, ele finalmente o mata.

3. No episódio «Gray Matter», Walt descobre que Skyler revelou sua doença a um casal de amigos seus, sócios de uma empresa da qual precisou se retirar por problemas pessoais e que agora tem negócios bilionários, e eles lhe oferecem pagamento por seu tratamento. Orgulhoso, ele fica furioso com a caridade, e decide mergulhar no seu lado sombrio.

4. Em «Crazy handful of nothing», Heisenberg entra em cena. Ele é o alter ego de Walt, uma pessoa capaz de confrontar os piores tipos, e o químico acaba se sentindo confortável na pele desse personagem.

5. Na segunda temporada, em «Bit by a Dead Bee», as mentiras inofensivas de Walt para a família ganham agora grande proporção quando Tuco Salamanca o sequestra e o leva ao deserto, fazendo-o voltar dias depois, deixando todos preocupados com seu desaparecimento.

6. Em «Phoenix», Walt deixa a namorada de Jesse morrer sufocada em seu próprio vômito por não confiar nela e saber que a garota representa uma ameaça para seus negócios quando decide partir com Jesse. A morte de Jane é o reflexo de como as decisões de Walt afetam várias outras pessoas, como quando o pai dela, controlador de voo, transtornando com a perda da filha, acaba causando um desastre aéreo que mata 167 pessoas.

7. Em «Half measures», da terceira temporada, Walt atropela e mata dois traficantes que trabalham para Gus, na tentativa de salvar Jesse de um suicídio após a morte do irmão de Andrea.

8. No episódio «Full Measure», Walt agora se sente compelido a matar Gale, seu novo assistente de laboratório. Sabendo que na defensiva de Jesse ele será eventualmente descartado tão logo Gale aprenda com ele toda a fórmula e processo de produção da droga, Jesse acaba se tornando a vítima das más decisões de Walt ao ser compelido a puxar o gatilho.

9. Em «Face Off», último episódio da quarta temporada, Walt finalmente elimina Gus, mas ao custo do envenenamento do filho de Andrea, isso para convencer Jesse a se aliar a ele no plano final. Walt mergulha de vez para seu lado sombrio.

10. Na primeira parte da quinta temporada, em «Dead Freight», após roubar um carregamento de trem com metalamina para a produção da metanfetamina, Todd, ajudante que trabalha na companhia de fechada para a produção nas várias casas para tratamento dos pesticidas da Vamonos, acaba matando a sangue frio um garoto testemunha do crime. A despeito do desespero de Jesse, que o faz querer sair fora do negócio, Walt se diz compassivo com o ocorrido, mas suas atitudes mostram exatamente o contrário.

11. Em «Say my Name», Walt decide continuar a produção agora propondo nova parceria com Declan, tirando Mike da parceria. Mais adiante, na iminência de ser preso, Mike é alertado, e Walt o encontra, mas os dois discutem, e o químico o mata num acesso de fúria quando este não quer lhe dar os nomes das 9 pessoas que podem incriminá-lo. Ainda, quando Jesse lhe diz que não quer continuar e pede sua parte na divisão do roubo da metalamina, Walt se recusa a dar.

12. No último episódio da primeira parte da quinta temporada, «Gliding Over All», Walt consegue os nomes dos 9 prisioneiros que podem delatá-lo, inclusive o do advogado de Mike, e contrata o tio de Todd para que seus contatos na prisão matem um a um, simultaneamente.

Para saber mais sobre o que a segunda parte da quinta temporada nos reserva, válido ainda é conferir o painel da série na Comic-Con 2013, em San Diego:



Categorias:Danielle Lenzi, Seriados

Tags:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: