A autora Luciane Rangel fala da trilogia “Guardians” e seus planos para o futuro

luciane-rangelLuciane Rangel faz parte da geração que conheceu e se encantou com a cultura japonesa, apaixonada por histórias fantásticas criadas do outro lado do mundo, aprendeu com a criatividade oriental a desenvolver histórias originais e apaixonantes que não demoraram para repercutiram entre fãs do estilo.

Formada em direito, atualmente cursa Letras de Japonês na UERJ. É autora da trilogia ‘Guardians’, publicação da Editora Lexia.

Sua editora não participa da Bienal do Livro Rio 2013, mas Luciane Rangel estará no evento, onde pretende ir na maioria dos dias, graças a uma parceria com a Editora MODO, estará no Pavilhão Verde, Rua P14. Onde a autora irá autografar todos os livros da série ‘Guardians’, com um dia especial agendado, o dia 7 de setembro, às 16 horas.

A autora cedeu entrevista ao Tabula Rasa, onde falou com exclusividade de seu trabalho e das novidades para o fim do ano.

 TABULA RASA: O que te levou ao mundo a literatura?

 LUCIANE RANGEL: Escrever sempre foi o meu hobby, minha válvula de escape, minha fuga da realidade e minha maior diversão. Mas nunca imaginei que algum dia iria tomar o título de Autora como profissão. Tudo foi acontecendo de forma natural, e fui sendo conduzida a esse caminho. Hoje, não vejo nenhuma outra profissão que eu queira seguir mais do que esta. Sou feliz e realizada no que faço, embora esse caminho de letras no Brasil seja tão complicado, ainda mais para um autor independente.

 TABULA RASA: Você escreve somente quando inspirado? Como exatamente cria seus personagens e histórias? Pensa neles sozinha e depois passa para Ana Claudia desenhar, vocês trabalham em parceria, ou cada caso é um caso?

LUCIANE RANGEL: Somente escrevo quando estou inspirada. Discordo de 99% dos escritores que afirmam que o autor deve obrigar-se a escrever todos os dias. Eu não escrevo todos os dias e, por vezes, passo semanas sem digitar uma única linha. Mas, quando estou inspirada, escrevo até em fila de banco. Puxo um caderninho e uma caneta da bolsa e começo a rabiscar as ideias, para não perdê-las. Por mais que ser escritor seja uma profissão, eu acredito que no dia que eu passar a encarar isso como uma obrigação na minha vida, perde a graça pra mim, e certamente perde a magia para os meus leitores.

A minha parceria com a Ana Claudia nos livros vai muito além de eu fazer o texto e passar pra ela ilustrar. Conversamos muito sobre a história, sobre os personagens… tanto no momento da criação do enredo quanto da parte visual deles. Cada capítulo que escrevo passa por uma leitura criteriosa dela, e volta pra mim completamente marcado com comentários, sugestões, correções e ideias novas. Todo o trabalho é feito em parceria, da primeira letra ao último traço de ilustração.

 TABULA RASA: Tem algum personagem especial nas suas histórias? Um favorito da criadora?

LUCIANE RANGEL: Costumo ter um xodó especial pelos personagens com personalidades mais complexas e mais diferentes da minha. São os que dão mais trabalho, exigem mais de mim como escritora. Em Guardians, eu citaria a Sofie e a Micaela; em Tenshi (próximo livro) meu xodó é a Kaori.

LucianeRangel-TrilogiaGuardians TABULA RASA: Como lida com as críticas? Acredita que independente de críticas, o que importa é a conquista de fãs, quando o assunto é vendas de livros?

LUCIANE RANGEL: É importante que o autor saiba filtrar as críticas, para aproveitar o que for positivo e deletar o que for meramente destrutivo. Há críticas que ajudam muito: aquelas que são sinceras e construtivas. Mas tem também muita gente que critica por criticar, muitas vezes sem ao menos ler o livro. Já recebi algumas críticas de quem eu soube que nem leu o livro. Dos que leram, até o momento, foram poucas críticas e a maioria altamente produtiva.

TABULA RASA: Você escreveu a trilogia ‘Guardians’ e recentemente lançou o 1º Livro de Extras de ‘Guardians’, Micaela & Maire. Pretende se dedicar a escrever uma série de livros com histórias solo dos personagens de sua trilogia? Já tem outras histórias?

LUCIANE RANGEL: A intenção é que todos os personagens tenham livros extras (dois ou três personagens por livro). Serão mais quatro livros extras publicados, todos no mesmo esquema de Micaela&Maire: com publicação online, para que os leitores tenham acesso gratuitamente, e impresso para quem quiser ter em sua estante. O próximo livro-extra deve sair até o final deste ano.

 TABULA RASA: Tem algum trabalho fora do universo de ‘Guardians’? Pretende publicar algo diferente?

LUCIANE RANGEL: Sim. Novamente em parceria com a Ana Claudia, estou com um livro novo: “Tenshi – Um anjo sem asas” que pretendemos publicar ainda este ano.  Foge um pouco do estilo de Guardians, por ser uma comédia romântica e não uma história de fantasia e aventura. Mas manterá o mesmo “estilo mangá” que nossos leitores tanto curtiram em nosso primeiro trabalho.

Anúncios


Categorias:Anny Lucard, Últimas Notícias, Entrevistas, Literatura, Livros

Tags:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: