A Psicóloga que Virou Atriz – Alessandra Loyola de “Dona Xepa” conta da onde veio sua vocação de atriz

Foto: Louise Duarte

Foto: Louise Duarte

Sempre com um sorriso no rosto, não é difícil reconhecer a simpatia da atriz Alessandra Loyola que no momento está na telinha da Record no papel da doce feirante Camila, braço direito de Xepa (Angela Leal) na novela Dona Xepa. Amiga, leal e companheira, a personagem divide características com sua interprete segundo ela mesma que trocou a carreira de psicóloga em Campinas pela de atriz no Rio. 

Depois do sucesso de sua personagem Dani fez entre os adolescentes em Rebeldes, agora é vez de Camila que está dando o que falar nas redes sociais, especialmente pela troca entre Alessandra e seus 85 mil followers. 

Em entrevista ao Tabula Rasa, a atriz conta um pouco sobre como foi a sua carreira, sobre Rebelde, Dona Xepa e seus planos para o futuro. 

Tabula Rasa: Quando foi que você resolveu que queria seguir a carreira de atriz e por que?  
Alessandra Loyola: Desde pequena, fazia peças de teatro na escola e me amarrava, mas nem sabia que uma coisa tão gostosa de fazer era uma profissão. Anos mais tarde, na faculdade de psicologia, chamei a atenção de uma professora, na aula de psicoterapia em grupo, ao fazer uma representação dramática (psicodrama).  Acho que a partir daí veio aquele “clique”, e resolvi investir na carreira.

 Tabula Rasa:  De Rebelde a Dona Xepa. Muita coisa mudou desde então na sua carreira?   
Alessandra Loyola: Acredito que cada novo trabalho é um desafio profissional em nossa carreira. Tudo que fiz em minha carreira até hoje foi importante e especial para mim e com certeza contribuiu para que eu tenha chegado até aqui.

 Como Surgiu o convite para fazer Dona Xepa? Você chegou a assistir a primeira versão da novela? 
Alessandra Loyola: Eu havia acabado de sair de REBELDE, onde fiquei nas 2 temporadas. A Record me ligou falando que estavam escalando o elenco para Dona Xepa e tinha uma personagem, a  Camila, que era a minha cara e que eles ficariam muito felizes se eu aceitasse. Mal sabem eles que “EU” é que fiquei muito feliz!!!! Sou muito grata a Record, ao Gustavo Reiz, ao Ivan Zettel, que confiaram em mim e me deram a oportunidade de estar nessa novela maravilhosa! Não cheguei a ver a 1ª versão.

 Tabula Rasa: Fale um pouco da Camila de Dona Xepa. Como tá sendo fazer esse personagem que vem crescendo cada vez mais?
Alessandra Loyola:
 A Camila é muito companheira, amiga, sincera, honesta, verdadeira e nisso sou muito parecida com ela. Sou muito leal às minhas amizades, compro a briga das pessoas que gosto, me envolvo, quero ajudar sempre! Ao mesmo tempo ela é ingênua, sonhadora, avoada, fala na hora que devia ficar calada, fala o que não devia, às vezes se desliga e esquece do mundo, mas é muito engraçado porque ela fica sempre meio perdida, sem saber como agir em momentos importantes. Em algumas situações, todos estão rindo e ela se lembra de algo que já passou, que não tem mais nada a ver e chora, mas daí cai em si que todos estão rindo e se perde, não sabe se chora, se ri. É engraçado. Gosto muito da Camila e acredito que todos estão gostando também. A Camila foi um presente que Deus me deu através da Record e do Gustavo Reiz (autor). Sou muito grata a eles, que confiaram em mim e me deram a oportunidade de estar nessa novela maravilhosa!

 Tabula Rasa: Como é ser a “fiel escudeira”da Xepa mesmo que as vezes a Camila acabe ouvindo desaforos para poder proteger a amiga? E como é trabalhar ao lado da Angela Leal?

Alessandra Loyola: Quando fui escalada ainda não haviam escolhido a protagonista. Ao saber da Ângela, tremi na base. Primeiro porque sempre fui fã e queria trabalhar com ela, depois por ser essa “Diva” que ela é. No dia do encontro do elenco me aproximei dela e ela já abriu os braços perguntando se eu era a “Camila dela”. Foi incrível, eu tava tremendo.

A Ângela é a generosidade em pessoa. É altruísta, amorosa, humilde, companheira.  No início eu me sentia super insegura, tinha medo de atrapalhar o trabalho dela, mas hoje amo estar ao seu lado, ela me dá segurança, apoio. Aprendo todos os dias com ela, não só com a profissional incrível, mas com o ser humano maravilhoso que ela é.

 Tabula Rasa: Como está o coração da Camila? Acha que vai rolar alguma coisa entre ela e o Grachinha até o final da novela?
Alessandra Loyola: Acho difícil a Camila conquistar o Graxinha, ele é afeminado e não tem como não perceber. Por aí já dá pra notar a ingenuidade e falta de experiência dela. Mas tudo pode acontecer.

 Tabula Rasa:  Tirando a novela, você está com algum outro projeto seja na TV, Teatro ou Cinema? Você pode falar a respeito?
Alessandra Loyola: Estou com um musical em vista mas deve ser para o 2º semestre de 2014. Acabando as gravações já tenho um convite para dar aula em um curso de TV e vídeo. Quero iniciar algum curso na área ano que vem sem falta e tem novela e minissérie pela frente!!! Vamos trabalhar!!!

Tabula Rasa:  Como é o carinho que você recebe dos fãs nas redes sociais? Já passou por alguma situação curiosa ou inusitada? 

Alessandra Loyola: Amo meus fãs e amo ter esse contato tão próximo com todos. Isso que foi incrível em REBELDE! Esse público jovem é companheiro mesmo, são calorosos, a energia é maravilhosa. Eles se envolvem verdadeiramente conosco e isso pra mim não tem preço.

Anúncios


Categorias:Últimas Notícias, Entrevistas, Novelas, Personalidades, TV

Tags:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: