Review : Sem dor, Sem ganho

517979ea6ec30-pain-and-gain-movie-2013

«Pain & Gain», traduzido nos cinemas brasileiros como «Sem dor, Sem ganho» é uma comédia de humor negro que, por incrível que pareça, é inspirada numa história real. Dirigida por Michael Bay, o filme conta a horrível história dos crimes de sequestro, tortura, extorsão e assassinatos cometidos entre 1993 e 1995 pela gangue da Sun Gym, em Miami, porém, de uma forma inusitadamente em tom de comédia.

Mark Wahlberg é o ambicioso fisiculturista Daniel Lugo. Ele já havia sido preso anteriormente por fraude, e solto, é contratado na qualidade de preparador físico na Sun Gym, dirigida por John Meese (Rob Corddry), com a promessa de aumentar a clientela.

Com cronologia desordenada, o filme mostra que, na academia, ele conhece Adrian Doorbal (Anthony Mackie) e Paul Doyle (Dwayne Johnson), um ex-condenado convertido ao cristianismo. Decidido a ficar rico, e com os ensinamentos do guru do otimismo Johnny Wu (Ken Jeong) como mantra, Lugo convence Doorbal e Doyle a sequestrar, com fins de extorsão, um de seus clientes, Victor Kershaw (Tony Shalhoub). Após algumas tentativas frustradas, o sequestro é bem sucedido, e a vítima é submetida a um mês de tortura.

Com a transferência de todos os bens de Kershaw a Lugo, os três criminosos decidem matá-lo, mas sem que saibam, a vítima do sequestro acaba sobrevivendo. No hospital, a história de Kershaw é absurda demais para ser investigada, e ele se esconde e procura a ajuda de um investigador aposentado, Ed DuBois (Ed Harris), que se interessa pelo caso escabroso.

Meses depois, Doyle gastou todas as suas reservas de dinheiro com a ex-stripper Sorina (Bar Paly), e decide, porém, sem êxito, roubar o dinheiro de um carro forte. O incansável trio então resolve repetir o plano e sequestrar o casal Frank Griga (Michael Rispoli) e Krisztina Furton (Keili Lefkovitz), milionários do ramo do sexo por telefone. Mas a tentativa de extorsão não dá resultado, e quando o plano de sequestro é colocado em prática, uma tragédia atrás da outra acontece.

O filme é concebido no formato de comédia de humor negro, o que dá o tom exato para a adaptação dos crimes horrendos cometidos pela gangue da Sun Gym, inclusive quando num dado momento o telespectador é lembrado que a narrativa ainda é inspirada numa história real. Michael Bay, diretor do longa, finalmente se supera, mostrando que não é apenas o realizador das franquias «Bad Boys» e «Transformer», e o elenco também não faz por menos, com destaque, obviamente, para Mark Wahlberg, que a cada dia vem mostrando mais sua versatilidade.

Anúncios


Categorias:Cinema, Danielle Lenzi

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: